Como fazer filhote não chorar a noite inteira

Um dos principais medos de quem traz um filhote para casa são os choros e latidos. Já pensou o filhote chorar a noite inteira? Além de incomodar os vizinhos, ninguém vai conseguir dormir.

Por que o filhote chora à noite?

Antes de falarmos dos motivos que fazem o filhote chorar quando está sozinho, é muito importante entender que grande parte dos criadores, por não saber disso, acabam entregando seus filhotes muito cedo, muitas vezes com apenas 45 dias ou até menos.

Você com certeza deve ter ficado muito ansiosa para trazer o filhote logo para casa, não é mesmo? E por isso muitas pessoas acabam trazendo esses filhotes o quanto antes. O problema é que nessa idade o filhote ainda não está emocionalmente maduro e poderá sofrer demais com a separação da mãe e dos irmãos. Especialmente se isso não for feito de uma maneira gradual.

Há dois grandes problemas em pegar um filhote muito novo (muito antes dos 60 dias):

  1. O filhote terá maiores chances de ficar chorando e sofrer ao ficar sozinho;
  2. A probabilidade desse cão se tornar mais mordedor e ansioso aumenta (leia mais sobre mordidas aqui).

Um filhote sozinho na natureza tem mais chances de morrer

Parece um pouco exagerado, mas isso é real. Já pensou um filhote de 45 dias ficar perdido sozinho no meio da natureza? Quais são as chances dele sobreviver? Mínimas, concorda?

Pois é, por isso, qual é o mecanismo de defesa natural do filhote para evitar ficar sozinho nessa situação e consequentemente, morrer? Chorar desesperadamente, como se essa fosse a sua última chance da vida. Esse filhote chora como se estivesse morrendo, porque na cabeça dele ele está realmente quase morrendo.

O choro nesses casos nada mais é do que um grito de socorro pela mãe do filhote.

Ele não conhece você e nem a sua casa

Você acabou de trazer o filhote para a sua casa. Ele acabou de perder a mãe e seus irmãos. Não conhece você, não conhece a sua casa e nem entende direito o que está acontecendo com a vida dele. Todas as referências que existiam até então, deixaram de existir.

Se você fosse raptada por uma força superior, fosse levada para um lugar que nunca viu antes e longe de todas as pessoas que você conhece, como você se sentiria? É um pouco desesperador, não é mesmo?

Pois é, o seu filhote provavelmente está passando por uma situação muito parecida. Então é natural esperar que ele fique minimamente preocupado ao ser deixado sozinho em um canto vazio e sem ninguém para cuidar dele.

O que fazer para o filhote não chorar à noite?

Entendendo que essas primeiras semanas do filhote na sua casa são as mais difíceis para ele, não dificulte ainda mais as coisas. Durante o dia você pode deixá-lo em sua suíte canina, até para evitar acidentes. Você pode também usar um cercadinho móvel para deixar o filhote restrito, mas sempre por perto nos primeiros dias.

Durante as noites, leve todas as coisas do filhote para o seu quarto, inclusive o cercadinho (caso tenha um) e deixe ele dormir no chão do seu quarto, de preferência ao lado da cama. Se por acaso ele começar a chorar durante a noite, basta abaixar a mão e deixar ele perceber que não está sozinho. Provavelmente isso ajudará ele a se acalmar e logo voltará a dormir

Incentivando a independência e tirando do quarto

Com o passar dos dias o seu filhote vai entendendo melhor a dinâmica da casa, vai entendendo que essa é a sua nova família e vai ficando mais ambientado com o local.

Durante o dia você pode ir ensinando ele a gostar de ficar sozinho, mas de uma maneira muito mais tranquila e menos assustadora. Temos inclusive um artigo no blog sobre como ensinar o cachorro a ficar bem sozinho, não deixe de ver. Temos também um vídeo sobre como ensinar o cão a ficar sozinho.

Ao longo das semanas você perceberá que os treinos estão funcionando se o seu cão já não fica mais te seguindo pela casa inteira e consegue ficar pequenos períodos restrito em outro ambiente. Essa é a hora de começar a tirar o filhote do quarto, caso você queira.

Para evitar que ele chore a noite toda, nos primeiros dias de transição para fora do quarto você pode dormir com o seu cão no ambiente em que ele ficará. Se o seu cão irá dormir na sala, você pode dormir no sofá, por exemplo. Se o seu cão ficará na cozinha, você pode levar o colchão para mais perto e dormir ali com ele.

Isso só até o cão se acostumar que aquele ambiente é o “novo quarto” dele. Depois disso você pode ir afastando o seu colchão até eventualmente voltar para o seu quarto. Contudo, não tenha pressa nesse processo, quanto mais devagar você tentar evoluir, maiores as chances de sucesso.

Não tenha medo de regredir, se necessário

Eventualmente pode ser que o seu filhote reclame um pouco ao ficar sozinho durante à noite no cantinho dele. É preciso avaliar o que pode estar causando isso. Será que o cão está com medo de algo? Será que ele ouviu algo lá fora? Ou será que ele só não está se sentindo mais seguro para continuar dormindo sozinho?

Se for preciso, volte alguns passo e volte a dormir no mesmo ambiente com o seu cão. Muitas vezes é só alguns dias ruins que ele está passando e faz parte do processo de adaptação, que normalmente é mais longo do que as pessoas esperam.

Não espere conseguir terminar de fazer essa adaptação muito antes de dois meses. Tenha paciência e pense que você está acostumando o seu cão e ensinando ele a ficar sozinho para o resto da vida. Agora pode estar sendo difícil, mas isso será um trabalho que perdurará por pelo menos uns 15 anos, então vale a pena investir nisso agora.

Cuidado para não reforçar o filhote a chorar à noite

O problema é que muitos, na tentativa de acelerar as coisas, acabam querendo colocar o cão para dormir sozinho logo nos primeiros dias. Como expliquei anteriormente, isso pode acabar gerando um trauma na vida do filhote. Pois ele acredita que foi realmente abandonado e o pior, a pessoa não aguenta deixar o filhote chorar a noite toda e vai lá para fazer ele parar.

Nessa hora é quando o pior acontece. O seu filhote aprende que quanto mais ele chora e late, maiores as chances de alguém aparecer. Então não cometa esse erro, se antecipe ao problema e não deixe o cão sozinho na esperança de que ele não vai chorar.

Faça o que recomendei no começo desse artigo, pois todos os meus alunos que fizeram aulas comigo antes mesmo de trazer o filhote para casa tiveram sucesso nessa questão. E depois disso, se quiser um passo a passo completo de como ter um verdadeiro Cão Popstar, veja essa aula aqui onde explico tudo sobre o método.

Rafael Velozo

Rafael Velozo

É adestrador comportamentalista, fundador da Cão+Saudável e idealizador do Portal Cão+Saudável.
COMPARTILHE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
LEIA MAIS
DEIXE UM COMENTÁRIO