Como ensinar o cachorro a passear tranquilamente

Nesse artigo vou mostrar a você que é possível ensinar o cachorro a passear tranquilamente, sem puxar a guia. Tudo isso sem você precisar ficar dando broncas ou enforcando ele.

Antes de ensinar o cachorro a passear

Primeiramente eu preciso que você entenda que o passeio é muito mais do que andar na guia. Por isso não é só ensinar o seu cão a andar junto. “Como assim o passeio não é só ensinar o cão a andar na guia? Me falaram que se eu usar o enforcador ou uma coleira anti-puxão eu conseguiria resolver o problema”. Pois é, infelizmente não é tão simples assim.

Já fiz uma publicação no Instagram falando a respeito do enforcador, não deixe de conferir se você usa ou pensa em usar esse tipo de equipamento.

Mas o que gostaria de falar aqui é que o trabalho que você fez ou deixou de fazer quando o seu cão ainda era filhote, principalmente antes dos 6 meses de idade, definirá como ele se comportará na rua.

A janela de socialização e o seu impacto no passeio

O período de socialização, que costuma variar entre o nascimento do cão e vai até aproximadamente os 4-6 meses de idade, costuma ser o período onde o filhote mais absorve as informações do seu mundo e faz associações (positivas ou negativas) sobre todos esses eventos.

Quanto menos chances o seu cão tiver de explorar o mundo lá fora de maneira controlada, gradual e positiva, maiores as chances dele ter medo e reagir aos estímulos da rua. Além disso, o seu cão poderá ficar curioso para conhecer tudo que ele não conheceu, e até mesmo poderá ter receio de objetos e barulhos que nunca encontrou antes.

Por isso é muito importante desde o início da vida do seu filhote já trabalhar em cima da socialização e apresentar todas essa coisas a ele de maneira adequada. Leia este artigo se quiser saber as 5 coisas que você deve ensinar ao seu filhote o quanto antes.

Se o seu filhote foi muito bem acostumado e apresentado a todas as coisas que ele encontrará lá fora, será muito mais fácil lidar com ele. Dessa forma ele não se assustará com facilidade e não terá tanto interesse em conhecer tudo, afinal, não são mais novidades e você também já terá acostumado ele a usar o equipamento de passeio.

A escolha do equipamento de passeio

Também é muito importante entender quais são os tipos de equipamentos de passeios e quais são os mais adequados para o seu cão. Dessa forma, saber escolher será tão importante quanto saber ensiná-lo a andar sem puxar. A escolha do equipamento é importante não só para a segurança, mas também para a saúde do seu cão.

Fuja dos enforcadores ou coleiras de pescoço, elas podem causar sério danos ao pescoço do seu cão, podendo em alguns casos levar ao colapso da traqueia.

Se quiser saber mais sobre os equipamentos de passeio, não deixe de ver esse vídeo onde falo sobre a escolha do peitoral. Veja também o vídeo abaixo sobre os equipamentos de passeio.

Como ensinar o cachorro a passear

Até aqui você já deve ter entendido a importância de uma boa socialização antes mesmo do cão poder sair de casa e como isso influencia no seu comportamento fora de casa. Além disso, já viu também sobre os equipamentos de passeio e sabe qual é a melhor opção para você.

Finalmente chegamos na parte de ensinar o cachorro a passear sem puxar com o equipamento. A primeira etapa para se conseguir isso é começando a treinar dentro de casa. Isso mesmo, você vai ensinar o seu cão a passear sem puxar treinando com ele dentro de casa.

Isso porque é um ambiente mais controlado onde o seu cão poderá se concentrar em uma única atividade, que é aprender a andar próximo de você. Querer treinar isso logo de cara na rua é como querer aprender a chutar um pênalti no final da copa do mundo.

Colocando o equipamento de passeio

Antes mesmo de começar a treinar com o equipamento para então ensinar o cachorro a passear, é necessário ensinar o cão a vestir o peitoral e deixar colocar a guia. Pois é, os cães não nascem sabendo que devem esperar você colocar algo no corpo deles que incomoda e aperta.

Se o seu cão tem medo de colocar o equipamento de passeio, veja esse vídeo aqui onde mostro um pouco do trabalho que é preciso fazer para o cão perder o medo da coleira.

Além disso, veja esse vídeo de treino no qual uma aluna minha está ensinando o seu cão a aguardar sentado para colocar o peitoral.

Ensinando a andar próximo

Depois que você já acostumou o seu cão a usar o equipamento de passeio, agora é hora de ensiná-lo a andar próximo de você. Para isso, você não vai precisar da guia, pelo menos por enquanto.

A ideia é simples: saia andando pela sua casa e todas as vezes que o cão acompanhar você por perto, você fala “muito bem” e recompensa ele entregando a recompensa próxima do seu joelho. A posição da entrega da recompensa é muito importante, pois ele entenderá que só recebe naquele local (próximo de você).

Depois que o seu cão entender essa etapa e está seguindo você pela casa toda, mesmo você fazendo movimentos aleatórios, é hora de partir para o treino com a guia. Veja esse vídeo onde mostro dois exemplos de treinos com guia.

Depois que vocês dois estiverem craques no treino de guia dentro de casa, mesmo com distrações, como por exemplo com comida no chão, é hora de partir para outros ambientes. Escolha um novo local, mas ainda sem muito movimento e que o seu cão esteja familiarizado para fazer os treinos novamente.

Repita todo o processo e vá fazendo isso com vários outros ambientes diferentes.

Ensinar cachorro a passear

Principais problemas no passeio

Cachorro que puxa a guia

Os cães puxam a guia por vários motivos, os principais deles são:

  • Ele nunca foi ensinado a andar sem puxar;
  • Você está puxando e ele precisa puxar de volta para manter o equilíbrio.
  • Consegue chegar onde quer puxando;
  • Quer se afastar ou fugir para algum lugar;
  • Tem um ritmo de caminhada mais rápido que o seu;
  • Estão muito ansiosos e distraídos com o ambiente.

Para saber mais sobre esse assunto, não deixe de ver o vídeo abaixo que fiz sobre cães que puxam a guia. Além disso, a habilidade de passeio é uma das 6 grandes habilidades do Cão Popstar. Caso queria exemplos de exercícios práticos para fazer aí na sua casa, aperta aqui.

Cachorro ansioso pra sair de casa

É muito comum o cão ficar muito agitado ao perceber que vai sair de casa. Se esse é o seu caso, veja se você não está reforçando esse tipo de comportamento ao sair o mais rápido possível só porque o seu cão está agitado. Além disso, preste atenção se você não fica estimulando ainda mais o seu cão nas saídas, achando que ele está feliz.

Estimular ainda mais o cão seria ficar falando: “vamos passear?”, “quem vai passear?” ou coisas do tipo. Se você sabe que o seu cão é ansioso na saída, elimine esses gatilhos da vida do seu cão. Recomendo também que você veja o vídeo abaixo onde falo sobre como diminuir essa ansiedade na saída do passeio.

Cachorro com medo ou empacando no passeio

Saiba que nem todos os cães gostam de passear e isso pode estar relacionado a alguma experiência ruim ou trauma prévio. Principalmente se você mora em um bairro com muitos cães de portão ou até cães soltos ou bairros muito movimentados. Para entender mais sobre essa questão, veja o vídeo abaixo.

Cachorro reagindo no passeio

Outro problema muito comum é o cão ficar latindo para pessoas, cães ou coisas no passeio. Esse é um tema bem amplo e complexo, mas para você poder identificar se esse é o seu problema, veja os materiais complementares abaixo:

Durante o passeio com o seu cão

Mito 1: ele não pode andar na sua frente.

Há uma série de mitos que envolvem o passeio com um cão. O principal deles é de que o cachorro não pode andar na sua frente. Antes de tudo, se você quer entender mais sobre alguns mitos do adestramento de cães e porque eles existem, não deixe de ver essa aula que fiz sobre os principais mitos do adestramento de cães.

Para ir direto ao ponto: não tem problema algum o seu cão andar na sua frente. Isso é um mito. Meu cão e os cães dos meus alunos andam na frente, do lado, atrás e nem por isso saem puxando a guia. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Mito 2: não deixe ele farejar, precisa gastar a energia dele.

Outro mito é a questão de farejar. O momento mais prazeroso e divertido para o seu cão é quando ele pode farejar as coisas ao longo do passeio. Se você não deixa o seu cão farejar durante o passeio, saiba que você está roubando a parte mais importante do passeio dele. Para entender mais sobre isso, veja o vídeo “deixe o seu cão farejar“.

Agora é a sua vez de ensinar o seu cachorro a passear

Espero ter dado material suficiente para você começar a entender mais sobre a complexidade que é um passeio. Há muito mais assuntos que precisam ser explorados, mas eu vou ficar por aqui. Se você quer se aprofundar mais nesse assunto, não deixe de fazer o nosso curso para fazer do seu melhor amigo um Cão Popstar.

Rafael Velozo

Rafael Velozo

É adestrador comportamentalista, fundador da Cão+Saudável e idealizador do Portal Cão+Saudável.
COMPARTILHE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
LEIA MAIS
DEIXE UM COMENTÁRIO