Como fazer o cachorro parar de latir tanto

O primeiro passo para tentar resolver qualquer questão comportamental envolvendo um cão é entender o problema e identificar o porquê o cão está agindo de determinada maneira. Só assim você vai conseguir fazer o cachorro parar de latir.

Preste bem atenção nisso porque isso se aplica a qualquer problema e não apenas aos latidos.

Explico: da mesma forma que um médico precisa avaliar os sintomas (que é aquilo que você vê e normalmente descreve para o médico) para poder te indicar um tratamento, você precisa analisar os sintomas do seu cão para saber o que pode ser feito. Muitas vezes só com os sintomas visíveis não é possível entender o problema, por isso a necessidade de exames.

 

Não para de latir

Por que o cachorro não para de latir?

O sintoma no caso do cão, é o latido. A grande dificuldade ao fazer o cachorro parar de latir é que, assim como na medicina, há vários problemas que possuem o mesmo sintoma. Você falar que está com febre pode ser sintoma de milhares de doenças inflamatórias ou infecções. Ou seja, é preciso continuar analisando para conseguir afunilar e eliminar as possibilidades.

Voltemos para o caso do cão. Latir pode ter várias funções, vou citar as principais delas:

  • Alertar as pessoas da casa sobre algum perigo;
  • Pedir algo que deseja muito;
  • Afastar uma ameaça;
  • Dar um sinal de que está prestes a atacar;
  • Forma de aliviar o estresse ou ansiedade;
  • Se comunicar com outros cães.

 

Nem todo cão gosta de pessoas desconhecidas

Os casos mais comuns são cães que normalmente latem para barulhos que estão relacionados a pessoas desconhecidas lá fora (portas abrindo, elevador abrindo, barulho de passos, campainha, interfone, pessoas conversando, etc.).

Nesse caso, as duas principais causas são:

  1. Proteção de território, onde o cão sente necessidade de proteger a casa dele e latir para alertar e afastar qualquer potencial intruso que se aproxima, que no caso, são as pessoas desconhecidas. Ao ouvir o barulho ele já entra em modo de alerta e começa a latir. Normalmente os latidos funcionam porque a pessoa não entra na casa e vai embora, logo, ele conseguiu o que queria e cumpriu sua função.
  2. Cão que tem medo de pessoas. Nesse caso, só pelo fato dele saber que há alguma pessoa lá fora (através dos barulhos ou do próprio cheiro – não se esqueçam que os cães têm um focinho extremamente poderoso) ele já entra no modo defesa, que é latir para afastar o perigo. Da mesma forma que no primeiro caso, também funciona, porque na maioria das vezes a pessoa vai embora. Esse é o mesmo problema do cão que fica latindo no portão ou sacada das casas para as movimentações na rua.

 

Seu cão pode estar sendo treinado a latir

Entendendo isso, vou explicar de forma bem resumida qual é o prognóstico dessa situação. Enquanto esse cão continuar ouvindo os barulhos lá fora, latir e as pessoas irem embora, ele continuará sendo treinado 24 horas por dia, 7 dias por semana a continuar fazendo isso.

Você pode brigar com ele todas as vezes que ele começa a latir ou fazer qualquer outra coisa. Mas já adianto, isso só piora o problema, pois ele começará a relacionar as pessoas lá fora com as broncas, que é algo ruim. No melhor dos casos, com cães medrosos, vai ter mais medo ainda porque além de ser uma situação desconfortável, ainda é acrescentado a bronca/punição.

Temos inclusive uma playlist no YouTube só falando sobre punição e porque você não deveria utilizá-la para tentar ensinar algo para o seu cachorro.

 

Tente eliminar os ruídos ou abafar os barulhos

A única saída é tirar o cão definitivamente deste local, no caso do portão, tirar ele da frente da casa. Se por acaso o seu cão fica latindo em algum lugar específico da casa, é melhor deixá-lo em outro cômodo que ele não ouve os barulhos.

Você pode tentar deixar uma música ambiente para abafar os sons e amenizar a situação. Além disso, em alguns casos ajuda muito o cão ter um abrigo para se refugiar para quando se sentir inseguro. Mas se o seu cão fica na frente da casa com vista para a rua, tire ele imediatamente desse local. Entenda o porquê vendo esse vídeo aqui.

Agora se o cão vive em um lugar que sempre está ouvindo os barulhos, independente de onde esteja, a única forma de trabalhar isso é aumentando a autoconfiança desse cão e fazendo com que ele perca o medo de pessoas, ou tentar encontrar uma estratégia para que ele não sinta necessidade de proteger o seu próprio território.

Mas mesmo assim, por mais que você tente fazer seu cachorro parar de latir, não vai ser muito eficiente. Porque como disse anteriormente, ele está sendo treinado continuamente a fazer o contrário. Como resolver isso vai depender muito de cada caso e cada família encontrará uma estratégia diferente.

 

 

Problemas de latidos relacionados ao estresse

Há muitos casos em que o cão fica latindo por conta do estresse gerado pela rotina pobre em estímulos. Portanto, antes de tentar qualquer coisa sobre latidos, é importante que você garanta que a rotina do seu cão está em dia e que ele tem oportunidades de fazer coisas que gosta. Leia este artigo onde falamos sobre alguns sinais de que o seu cachorro pode estar tendo uma vida muito triste.

Alguns cães podem utilizar o latido apenas como uma válvula de escape para tentar aliviar o estresse que está sentindo por falta de coisas para fazer. Esse é o caso do cão que fica latindo para o nada e por muito tempo.

Um segundo motivo relacionado ao estresse que acontece com frequência é o cão que tem problemas de separação. É o caso do cão que só fica latindo quando está sozinho e normalmente só para de latir quando a pessoa retorna para casa. Se esse é o seu caso, não deixe de ler o artigo sobre como ensinar o cão a ficar sozinho.

 

Cachorro parar de latir

Como fazer o cachorro parar de latir

Não é um problema fácil de ser resolvido porque a grande dificuldade está em você conseguir eliminar o reforço do comportamento. A segunda parte mais difícil é você mudar a emoção do seu cão com relação a pessoas desconhecidas lá fora.

Justamente por isso que talvez você continue tendo esse problema para o resto da vida. É possível melhorar, inclusive já atendi várias famílias com esse problema, mas vai depender muito mais da sua experiência com o assunto e do ambiente em que o seu cão vive. O quão persistente você será e quão disposto está a trabalhar também fará toda a diferença.

 

O segredo para resolver o problema dos latidos

Você precisa cumprir as quatro etapas abaixo para tentar resolver esse problema:

  1. Identificar os gatilhos que disparam o latido;
  2. Eliminar os gatilhos e consequentemente os reforços desse comportamento;
  3. Ensinar e encontrar alternativas para o cão não precisar latir;
  4. Generalizar o novo comportamento para as situações em que ele latia.

 

Como sempre defendo, não há atalhos, não há dicas rápidas, não há resultados sem dedicação. Infelizmente isso não vende, não cola e não agrada a maioria.

No entanto, é por isso também que poucos tem resultados e a grande parte das pessoas continuarão transitando de uma página ou de um vídeo para o outro procurando a dica rápida e mágica para resolver os problemas.

De qualquer forma, espero que tenha servido para abrir a mente com relação ao problema enfrentado, pois esse é o primeiro passo para conseguir resolver esse problema.

Rafael Velozo

Rafael Velozo

É adestrador comportamentalista, fundador da Cão+Saudável e idealizador do Portal Cão+Saudável.
COMPARTILHE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
LEIA MAIS
DEIXE UM COMENTÁRIO